domingo, 25 de setembro de 2011

A CADA AMANHECER MINHA INSPIRAÇÃO NÃO PERDE SEU LUGAR


O AMANHECER SEM VOCÊ
Foi neste lindo amanhecer que pensei em ti
Foi com os raios do sol que percebi sua distância,
Tudo o que vivemos e sentimos
Não durou por que faltou uma fragrância.

Os desejos não se multiplicaram
Os sonhos não foram reais,
Os abraços foram falsos
Apenas iluminaram como cristais.

Se nosso amor tivesse a força dos raios do sol
Nossa relação tinha sido duradoura,
Não passou de engano
Como se fosse um pano
No lugar de  uma vassoura.

Vou continuar admirando o nascer do sol
Mas, juro, vou te esquecer,
Até por que, foi você,
Que me fez perceber
A minha semelhança com um girassol.
Poema de Cláudio André o Poeta