sábado, 26 de fevereiro de 2011

18 ANOS DE RÁDIO-JORNALISMO

Cláudio André
nos estúdios da Rádio Papacaça
Este blogueiro completa 18 anos de rádio. São inúmeras as histórias vividas em meio à radiofonia. Aqui em Pernambuco já são 2 anos de contato com o microfone. Os outros 16 anos foram em rádios AMs e FMs de Alagoas, São Paulo, Rio Grande do Sul  e Santa Catarina. Sempre atuando na área esportiva e de jornalismo. Passado este tempo todo, analisando cada história, cada programa apresentado, cada reportagem feita, umas com mais ibope, outras apenas no registro da profissão. Comparo a profissão de radialista como um beijo, você beija uma vez e não quer parar mais. Não sou de estar me auto-intitulando, mas tenho convicção de que fiz muita coisa boa através do rádio, uma delas, a amizade, fonte do encanto que o rádio nos proporciona. Comecei na Rádio Novo Nordeste AM de Arapiraca, graças a confiança depositada a mim, pelo o nobre radialista sergipano e radicado em Arapíraca, Nelson Filho. Depois, fui para a Rádio Sampaio AM de Palmeira dos Índios, onde trabalhei por longos anos e lá aprendi a fazer o verdadeiro rádio-jornalismo. Fui repórter policial, plantonista esportivo, redator, noticiarista, entrevistador, animador, sonoplasta, repórter esportivo.
Como repórter esportivo participei de transmissões de Campeonatos Amadores, Campeonatos Alagoanos 1ª e 2ª Divisões, Copa do Brasil, Amistosos da Seleçao Brasileira e tantas outras modalidades esportivas. Quando trabalhei nas Rádios Delmiro AM/FM em Delmiro Gouveia me tornei num show-man, fazendo shows em circos com o colega radialista Miguel Vieira. Neste 18 anos de comunicação as experiências foram as mais diversas, mas ainda continuo aprendendo. Resta agora agradecer a Deus por tudo vivido e por tudo aprendido. Devo muito ao rádio.
Hoje, estou trabalhando de novo na Rádio Papacaça AM 1470 KHZ, sempre na área do jornalismo. Quer me ouvir? Acesse o site http://www.radiopapacaca.com.br/